Análise das preferências do consumidor brasileiro de café: um estudo exploratório dos mercados de São Paulo e Belo Horizonte

Postado por em 16:47 hrs. em Congressos | 3 comentários


Artigo Apresentado em Congresso – 2003
Autores: Eduardo Eugênio Spers, Maria Sylvia Macchione Saes, Maria Célia Martins de Souza
Resumo: Mudanças ocorridas no ambiente institucional e competitivo nos anos 1990 trouxeram uma nova dinâmica para o agronegócio café no Brasil. Entre os motivos do sucesso das estratégias de crescimento do negócio de café no mercado interno pode-se apontar o investimento na melhoria da qualidade do produto. O segmento que mais cresce é o de cafés diferenciados, seja pela qualidade da bebida ou pelo processo de produção. Embora se observe o crescimento, uma série de fatores ainda inibem o aumento de seu consumo como a presença de alguns atributos de difícil observação pelos consumidores, cujas preferências desempenham papel importante nesse processo. O estudo busca caracterizar o consumidor de café, identificando os principais atributos que levam ao consumo desse produto. A estrutura de preferências e o comportamento do consumidor foram avaliados por meio de Clusters e Conjoint Analysis. Foram entrevistados consumidores em supermercados de São Paulo e Minas Gerais, que degustaram três tipos de café. Os atributos mais importantes para a amostra estudada foram o preço (30%), seguidos do tipo e marca (ambos com 20%), o tipo de preparo (15%) e a embalagem (10%). Os consumidores tiveram dificuldades para perceber determinados atributos, o que conduz à necessidade de se formular estratégias coletivas para melhorar a percepção da qualidade e incrementar o consumo de café no mercado interno.

3 Comentários

Contribua com esta página, poste o seu comentário.

  1. Adriana Souza

    Pesquisa muito atual…um conteudo cientifico importantissimo para a minha pesquisa. Obrigada.

  2. Cheyanna

    Thanks for writing such an easy-to-understand aticrle on this topic.

  3. Marty

    You mean I don’t have to pay for expert adicve like this anymore?!

Deixe um Comentário