pensa@fia.com.br (11) 3818 4005 / (11) 2648 6406

04 abr 2019

Cadernos Universidade do Café – Vol. 9 – 2019

A Università del Caffè Brazil atua desde o ano 2.000 realizando pesquisas, cursos, palestras e webinars sobre temas relacionados ao café. Sua missão desde o início é produzir e disseminar conhecimento. A nona edição dos Cadernos da Universidade do Café Brasil traz cinco temas de interesse para o agronegócio café, descritos a seguir. As pesquisas foram realizadas pela equipe da Universidade do Café/PENSA e também pela Experimental Agrícola do Brasil

O capítulo 2, “Tecnologias disruptivas e o café”, refere-se às inovações na agricultura causadoras de disrupções tecnológicas. Uma das particularidades da illycaffè é a de ter sido sempre uma empresa inovadora em várias frentes. Este estudo dá continuidade ao tema da inovação, abordando como as novas tecnologias impactam os produtores de uma maneira diversa das tecnologias tradicionais. As inovações têm cunho variado, sendo as mais visíveis as microinovações e também o advento das chamadas Agrotechs.

O capítulo 3, “Illycaffè e Estratégias Flexíveis: Um Caso de Empresa Resiliente”, traz o novo estudo de caso da illycaffè. O caso faz uma análise em retrospectiva dos 28 anos (1991-2019) do lançamento do 1o Prêmio Brasil de Qualidade do Café para Espresso com enfoque nos pilares que sedimentaram a estratégia vitoriosa da empresa para o suprimento de café de qualidade com geração de valor para os produtores. O caso aponta ainda novos desafios atuais e futuros que despontam com força para colocar em reflexão os próximos passos da companhia no Brasil.

Já o capítulo 4, “Verticalização na cafeicultura”, aborda o tema da torrefação de café com marcas próprias por alguns segmentos de produtores no Brasil. Foi feita uma pesquisa de campo junto a produtores com a finalidade de identificar se esta era uma tendência pontual ou generalizada na cafeicultura brasileira, e ainda, quais eram as motivações e objetivos dos produtores que a praticavam.

No capítulo 5, “Mudança climática, agricultura e o café: Identificação dos Rumos da Pesquisa no Brasil”, o tema abordado foi uma continuidade e aprofundamento ao estudo feito em 2017, intitulado “A pesquisa em cafeicultura no Brasil, pavimentando o caminho do futuro”. Nesta continuidade procurou-se focar a questão dos impactos das mudanças climáticas para a agricultura e de forma especial para a cafeicultura.

O capítulo 6, “Influência da micobiota do café de algumas regiões brasileiras na bebida: estas regiões poderiam ser consideradas terroir?”, teve como objetivo correlacionar a qualidade sensorial da bebida com a micobiota dos grãos de café, e os fatores climáticos da região de origem, a fim de identificar potenciais regiões para a produção do café terroir.

 

Download


Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *