CUSTOs DE ABERTURA DE EMPRESAS E QUALIDADE DO AMBIENTE DE NEGÓCIOS: UMA ANÁLISE CRÍTICA

Postado por em 14:32 hrs. em Periódicos Científicos | 0 Comentários


Artigo Publicado Revista Acadêmica – RAM, REV. ADM. MACKENZIE, V. 11, N. 5 -SÃO PAULO/SP – SET./OUT. 2010 • p. 151-161
Autor: Decio Zylbersztajn
RESUMO: Custos de transação referem-se aos custos de proteger direitos de propriedade, e as instituições são desenhadas de modo a controlar os custos de transação na sociedade. Alguns estudos têm sido desenvolvidos para medir custos de transação tanto no nível macro como no microeconômico. Custos de abertura de empresas são utilizados como uma proxy para avaliar o ambiente de negócios, a qual é interpretada por alguns como uma medida de custos de transação. Este artigo apresenta novos elementos que ampliam o potencial de pesquisa sobre ambiente de negócios, ressaltando duas limitações existentes na literatura, a saber: a análise de transações complexas e a complementariedade entre custos ex ante e custos ex post, ambos relacionados com a metodologia adotada para medir custos de abertura de empresas.
Esta publicação está disponível apenas em inglês

 

Deixe um Comentário