Explaining Agro-Industrial Contract Breaches: The Case of Brazilian Tomatoes Processing Industry

Postado por em 10:19 hrs. em Periódicos Científicos | 0 Comentários


Artigo publicado em Revista Acadêmica – RER, Rio de Janeiro, vol. 45, nº 04, p. 899-920, out/dez 2007 – Impressa em novembro 2007.
Autores: Decio Zylbersztajn e Lygia B. Nadalini
Resumo: Trezentos pequenos produtores de tomate no Nordeste do Brasil supriam uma indústria processadora. Em face do grande número de quebras contratuais, a indústria decidiu mudar-se para o Centro Oeste e operar com um número menor de contratos com empresários rurais de maior porte. Segundo a indústria, sua decisão foi motivada pelos altos custos de transação resultantes dos fracos mecanismos institucionais de proteção aos contratos. Os produtores, por outro lado, culparam a indústria pelo abuso na depreciação do preço pago pelo produto, com base na avaliação da sua qualidade. O estudo apresenta uma análise da arquitetura dos contratos e testa hipóteses com base na Economia dos Custos de Transação, explicativas das quebras contratuais. Um painel com 1523 observações foi utilizado e os resultados indicaram a significância de variáveis associadas aos incentivos para a quebra contratual por parte dos agricultores.

 

Deixe um Comentário