O Papel Público e Privado na Percepção do Consumidor sobre a Segurança dos Alimentos

Postado por em 11:29 hrs. em Periódicos Científicos | 0 Comentários


Artigo Publicado em Revista Academica – Impulso, Piracicaba, 15(36): 45-57, 2004.
Eduardo Eugênio Spers, Decio Zylbersztajn e Cláudio Antônio Pinheiro Machado Filho
Resumo: Assegurar a qualidade dos alimentos é um crescente objetivo de governos, companhias e agentes de padronização e certificação do comércio internacional. Seus esforços são direcionados a influenciar a percepção do consumidor quanto aos muitos atributos de um produto alimentar, com cuidado particular em relação aos vinculados com a segurança. A garantia da qualidade está ganhando proeminência, porque seus atributos estão sendo melhor monitorados por governantes, consumidores e companhias. Essa melhor avaliação sugere o aparecimento de garantias de qualidade voluntárias proporcionadas por companhias e de maior regulação pelo governo. Os instrumentos públicos e privados têm sido analisados separadamente na literatura sobre regulação e marketing. O objetivo geral deste trabalho foi realizar uma revisão teórica do papel desempenhado por cada um na percepção de segurança do consumidor. São sugeridas ações públicas e privadas que podem elevar a percepção de qualidade do consumidor no que se refere a possíveis riscos associados aos alimentos. O estudo das estratégias privadas e políticas públicas pode ser útil para induzir ações de regulação e comunicação que gerem uma melhor transparência e confiança do mercado.

Deixe um Comentário