A racionalização econômica da regulamentação no mercado brasileiro de café

Postado por em 17:21 hrs. em Teses e Dissertações | 2 comentários


Tese de doutorado – 1995
Autora: Maria Sylvia Macchione Saes
Resumo: Este trabalho analisa a lógica da regulamentação/desregulamentação do mercado cafeeiro sob a ótica do produtor líder: o Brasil. Parte-se do exame da literatura enfocando três abordagens da motivação à regulamentação: a. por interesse público, que enfatiza a intervenção com o objetivo de corrigir as falhas de mercado; b. por grupos de interesse, que supõe a regulamentação como resulta- do da demanda de grupos de poder que almejam políticas específicas; c. pela interação de interesses públicos e privados, na qual a regulamentação teria a função de acomodar as barganhas econômi- cas. Estes enfoques se mostraram incapazes de explicar de maneira isolada a racionalidade econô- mica da regulamentação, ao longo de todo o processo de intervenção do Estado no mercado cafeei- ro. Observa-se que a regulamentação assumiu um caráter funcional ao harmonizar as demandas do setor cafeeiro com as políticas de coordenação e planejamento sob a perspectiva macroeconômica. A análise realizada conduz à conclusão que, pela necessidade de dar consistência às políticas reg u- latórias, o Estado passou a coordenar todo o sistema agroindustrial do café (agricultura, indústria de transformação e distribuição/consumo). A ação sistêmica, no processo de regulamentação, decorreu da constatação de que os resultados das políticas voltadas para áreas específicas estabeleciam com- plexas redes de ações e reações nos demais segmentos a elas relacionadas. Conclui-se, ademais, que o efeito da cartelização do mercado foi um dos principais fatores que desencadeou a crise cafeeira mundial, culminando com a desregulamentação.

2 Comentários

Contribua com esta página, poste o seu comentário.

  1. Lilly

    Now I’m like, well duh! Truly thkafnul for your help.

  2. Rayann

    It’s great to read sometnhig that’s both enjoyable and provides pragmatisdc solutions.

Deixe um Comentário