Relações contratuais no sistema agroindustrial de ovos

Postado por em 12:13 hrs. em Working Papers | 1 Comentário


Working Paper – 2003
Autores: Cláudio Antonio Pinheiro Machado Filho, Decio Zylbersztajn
Resumo: A atividade de negócios possui uma dimensão ética, complementar às suas dimensões econômica e legal. Acadêmicos de distintas correntes de pensamento compartilham esta percepção. Entretanto, o consenso desfaz-se quando se aprofunda o enfoque sobre a natureza dessa dimensão ética. Alguns compartilham a “visão dos stockholders”1: os gestores têm a atribuição formal de incrementar o retorno dos acionistas ou cotistas da empresa. Outra corrente de pensamento argumenta com base na “visão dos stakeholders 2: os gestores têm a atribuição ética de respeitar os direitos e promover o bem entre todos os agentes afetados pela firma. É neste contexto que são debatidas atualmente as atividades de responsabilidade social corporativa. O enfoque do presente trabalho dá destaque ao papel do ambiente institucional em induzir as ações de responsabilidade social das empresas. As instituições importam como fator motivacional indutor do tipo de conduta dos agentes, em aspectos econômicos, legais e éticos. Assim, alterações no ambiente institucional, como conseqüência do processo de integração dos mercados, têm sido um dos importantes vetores de mudanças comportamentais das empresas. O trabalho explora a interface entre ambiente institucional, reputação, ética nos negócios e, como decorrência, as ações de responsabilidade social das empresas. O trabalho apresenta os estudos de caso de empresas com ações de responsabilidade social. Discute-se o potencial de criação de valor destas ações para o conjunto de seus stakeholders e a eficiência da forma organizacional escolhida para o desenvolvimento destas atividades, na busca de ganhar ou manter reputação.

1 Comentário

Contribua com esta página, poste o seu comentário.

  1. Delly

    Short, sweet, to the point, FREE-exactly as information shloud be!

Deixe um Comentário